Venturi Que Fez História

Brasão Família Venturi

Você já pesquisou seu sobrenome para saber quem ou o que fez história? Em uma pesquisa rápida, encontrei vários “parentes” e curiosidades que merecem ser lembrados:

Andrea Venturi – Bolonha, 4 de julho de 1963, é um quadrinista italiano. É colaborador regular da revista Dylan Dog desde 1992. Lançou, com Claudio Nizzi, o álbum Almanacco del West em 1996 (cuja versão brasileira, publicada pela editora Globo, ganhou o Troféu HQ Mix de 1997 na categoria “Edição especial”).

Derek Mitcheal Venturi – (1992) é um adolescente de 16 anos (na série), irmão de criação de Casey os dois estudam na mesma série. Ele é o astro do time de Hóquei, e é o mais popular da escola.

Minha vida com Derek (Life with Derek) é uma série que passa no Disney Channel de Segunda a Sexta, conta a história de dois irmãos.Derek Venturi interpretado por Michael Seater e Casey interpretada por Ashley Leggat! Derek Venturi é um adolescente que é mulherengo e sempre se dá bem com as baboseiras que faz.É considerado o “rei” do colégio por ser capitão do time de hóquei e por ser muito mulherengo,como já dissemos acima,por isso fica com todas.

Efeito Venturi – também conhecido como Tubo de Venturi, ocorre quando num sistema fechado, o fluido em movimento constante dentro de um duto uniforme comprime-se momentaneamente ao encontrar uma zona de estreitamento diminuindo sua pressão e consequentemente aumentando sua velocidade ao atravessar a zona estreitada onde ocorre ” também ” uma baixa pressão, e se neste ponto se introduzir um terceiro duto ou uma sonda, encontrará uma sucção do fluido contido nessa ligação. Este efeito, demonstrado em 1797, recebe seu nome do físico italiano Giovanni Battista Venturi (1746-1822).

O Efeito Venturi é explicado pelo Princípio de Bernoulli e o princípio de continuidade de massa. Se o caudal de um fluido é constante mas a seção diminui, necessariamente a velocidade aumenta após atravessar esta seção. Pelo teorema da conservação da energia se a energia cinética aumenta, a energia determinada pelo valor da pressão diminui obrigatoriamente.

Aplicações do efeito Venturi:

Hidráulica: A depressão gerada em um estreitamento ao aumentar a velocidade do fluido, se utiliza frequentemente para a fabricação de máquinas que proporcionam aditivos em uma condução hidráulica. É muito frequente a utilização deste Efeito Venturi nos misturadores do tipo Z para adicionar espumógenos em uma condução de água para a extinção de incêndios.

Aeronáutica: Ainda que o Efeito Venturi seja utilizado frequentemente para explicar a sustentação produzida em asas de aviões o Efeito Venturi por si só não é suficiente para explicar a sustentação aérea. Além disso, se utiliza este tubo para prover sucção aos instrumentos que trabalham com vácuo como a trompa de vácuo, de uso laboratorial, coordenador de giro, horizonte artificial, etc.) nos aviões que não estão providos de bombas mecânicas de vácuo.

Airsoft: As réplicas usadas neste brinquedo podem ter um sistema chamado “HopUp” que provoca que o projétil seja arremessado realizando um efeito circular, o que aumenta o alcance efetivo da réplica.

Aerógrafo: A aplicação de tinta realizada pelos modelos de sucção, é efetuado graças ao efeito.

Motor: O carburador aspira o carburante por Efeito Venturi, misturando-o com o ar (fluido do conduto principal), ao passar por um estrangulamento.

Purificação de água: Nos equipamentos ozonificadores de água, se utiliza um pequeno Tubo Venturi para efetuar uma sucção do ozônio que se produz em um depósito de vidro, e assim misturá-lo com o fluxo de água que sai do equipamento com o intuito de destruir as possíveis bactérias patógenas e de desativar os vírus e outros microorganismos que não são sensíveis à desinfecção com cloro.

Tubos de Venturi: Medida de velocidade de fluidos em conduções e aceleração de fluidos.

Aquariofilia: Nas tomadas de bombas de água ou filtros, o Efeito Venturi é utilizado para a injeção de ar e/ou CO2.

Pneumática: Para aplicações de ventosas e ejetores.

Cardiologia: O Efeito Venturi se utiliza para explicar a regurgitação mitral que pode se dar na miocardiopatia hipertrófica, e que é causa de morte súbita em desportistas. A explicação é que o movimento sistólico anterior (MSA) que realiza a valva anterior da válvula mitral, se produz porque a hipertrofia septal e o estreitamento do trato de saída provocam uma corrente de alta velocidade sobre a válvula mitral, que devido ao Efeito Venturi, secciona o extremo da valva anterior contra o septo, que impede a saída de sangue, pelo que regurgita até a aurícula esquerda.

Odontologia: o sistema de aspiração de saliva nos equipamentos odontológicos antigos utilizavam Tubos Venturi finos. Hoje a aspiração é motorizada.

Filtração Seca: O sistema de limpeza de mangas filtrantes em filtro tipo Jet Pulse, utilizam o Efeito Venturi para reduzir o consumo de ar comprimido, mantendo a eficiência de limpeza das mangas.

Tubo de Venturi : Um Tubo de Venturi é um dispositivo inicialmente desenhado para medir a velocidade de um fluido aproveitando o Efeito Venturi. Entretanto, alguns se utilizam para acelerar a velocidade de um fluido obrigando-o a atravessar um tubo estreito em forma de cone. Estes modelos são utilizados em numerosos dispositivos nos que a velocidade de um fluido é importante e constituem a base de aparatos como o carburador.

A aplicação clássica de medida de velocidade de um fluido consiste em um tubo formado por duas seções cônicas unidas por um tubo estreito no qual o fluido se desloca consequentemente a maior velocidade. A pressão no Tubo Venturi pode medir-se por um tubo vertical em forma de U conectando a região larga e a canalização estreita. A diferença de alturas do líquido no tubo em U permite medir a pressão em ambos os pontos e consequentemente a velocidade.

Quando se utiliza um Tubo Venturi tem-se que levar em conta um fenômeno que se denomina cavitação. Este fenômeno ocorre se a pressão em alguma seção do tubo é menor que a pressão de vapor do fluido. Para este tipo particular de tubo, o risco de cavitação se encontra na garganta do mesmo, já que ali, ao ser mínima a área e máxima a velocidade, a pressão é a menor que se pode encontrar no tubo. Quando ocorre a cavitação, se geram borbulhas localmente, que se trasladam ao longo do tubo. Se estas borbulhas chegam a zonas de pressão mais elevada, podem colapsar produzindo assim picos de pressão local com o risco potencial de danificar a parede do tubo.

giovanni

Giovanni Battista Venturi – (Reggio Emilia, 1746 – Reggio Emilia, 1822) foi um físico Italiano. Ele foi o descobridor e epônimo do Efeito Venturi. Foi, também, epônimo da bomba Venturi e do tubo Venturi.

Aprendiz de Lazzaro Spallanzani. Foi ordenado padre em 1769 e, no mesmo ano, apontado professor de lógica no seminário de Reggio Emilia. Em 1774, ele é professor de geometria e filosofia na Universidade de Modena onde, em 1776, tornou-se professor de física. Contemporâneo de Leonhard Euler e Daniel Bernoulli.

Gustavo Venturi – Rovereto, 4 de fevereiro de 1830 — Trento, 5 de junho de 1898, foi um botânico amador italiano. Venturi é a abreviatura padrão usada para indicar Gustavo Venturi como autoridade na descrição e classificação científica de um nome botânico.

institutoInstituto Venturi – O Instituto Venturi Para Estudos Ambientais é uma organização sem fins econômicos que visa apontar soluções economicamente viáveis em questões socioambientais para empresas, governos e comunidades locais.

Esse trabalho é feito através de estudos técnicos e científicos, pesquisas, produção de materiais educativos, consultoria e organização de eventos e workshops sobre tópicos relacionados à sustentabilidade.

A visão do Instituto Venturi é colaborar na criação de um mundo sustentável, onde a gestão ambiental e as práticas de gestão de negócios sejam harmônicas. Acredita que as empresas podem agregar valor a seus produtos e serviços através da adoção de práticas de gestão que sejam ambiental e socialmente harmônicas e responsáveis.

Luis Antonio Bittar Venturi  – é geógrafo brasileiro e professor doutor na Universidade de São Paulo. Ele fez seu doutorado em Geografia Física pela Universidade de São Paulo. Suas áreas de pesquisa são Geografia dos Recursos Naturais, Geomorfologia, além de Teoria, Método e Técnicas da pesquisa em Geografia Física.

lionelloLionello Venturi – (1885 – 1961) foi professor de arte na Universidade de Roma.

Máscara Facial Venturi –  A Máscara Venturi é indicada para fornecer oxigênio em fluxos programados, evitando dosagens nocivas e facilitando o desmame do oxigênio. Possui um sistema de válvulas para diferentes concentrações de Fração Inspirada de Oxigênio (FiO2):

mascara1- Azul: 24% – 4l/min;

2- Branca: 28% – 4l/min;

3- Laranja: 31% – 6l/min;

4- Amarelo: 35% – 8l/min;

5- Vermelho: 40% – 8l/min;

6- Rosa: 50% – 12l/min.

Além disso, possui copo conector para micro nebulização, sendo possível a realização de terapia medicamentosa durante a oxigenoterapia.

Maslowa Pereira Gomes Venturi – São Paulo, 12 de fevereiro de 1915, foi uma escritora e tradutora brasileira, filha de Filha de Yaynha Pereira Gomes (poeta, pintora e contista gaúcha, 1885-1975), e sobrinha de Aplecina Conrado do Carmo (poeta, desenhista, teatróloga e professora gaúcha, 1895-1963). Maslowa dedicou-se inicialmente à tradução, e estreou como romancista em 1950, com “Vozes Sem Eco”.

Lista de obras:

Vozes Sem Eco (1950)

Portão Fechado (1953)

Terra de Deus (1957), Livraria Martins Editora

Passos na Noite (1964), Livraria Martins Editora

Trilha Perdida (1971), Livraria Martins Editora

Carreira literária:

Seu livro de estréia, “Vozes sem eco”, em 1950, segue o realismo da época e se ambienta na cidade de São Paulo, retratando o cotidiano familiar da burguesia; retratando São Paulo pós-golpe getulista, com o Estado Novo, introduz a política em sua narrativa.

Em seu 2º romance, “Portão Fechado”, em 1953, apresenta o envolvimento político de forma mais madura, retratando São Paulo pós-revolução de 1930, com Getúlio Vargas no poder. Em “Terra de Deus”, em 1957, amplifica seu envolvimento retratando uma revolução camponesa fracassada no interior paulista.

“Trilha Perdida”, de 1971, tem entre seus temas a Guerra do Paraguai; Jorge Amado, ao fazer a apresentação do livro, escreve: “Trilha Perdida participa, ao mesmo tempo, do romance de costume – admirável romance de costumes –, e até do romance histórico. (…) Assim a novelística da autora paulista ganha dimensão maior, tendo ela enfrentado com sucesso uma arquitetura vasta e complexa em sua criação romanesca”.

Robert Charles Venturi  – (Filadélfia, 25 de junho de 1925) é um arquiteto norte-americano vencedor do Prêmio Pritzker de 1991. Formou-se em Princeton em 1947. Trabalhou com Eero Saarinen e Louis Kahn antes de formar sua própria firma com John Rauch. Lecionou na University of Pennsylvania, onde conheceu sua esposa Denise Scott Brown, que se tornou parceira da firma em 1967. Em 1989, Rauch deixou a firma, que então passou a se chamar Venturi, Scott Brown and Associates.

Venturi foi um crítico ferrenho da arquitetura moderna, publicando seu manifesto Complexidade e Contradição na Arquitetura em 1966, tido como uma das bases das transformações que ocorreriam na arquitetura nas décadas de 1970 e 1980.

Em Complexidade e Contradição na Arquitetura, Venturi defende uma arquitetura complexa e contraditória. Considera que a cultura contemporânea já aceitou a contradição como condição existencial e em todos os setores manifesta-se a impossibilidade de alcançar uma síntese totalizante e completa da realidade. Até mesmo a matemática parece ter perdido os próprios fundamentos racionais – como se observa no Teorema da incompletude de Gödel, segundo o qual todo sistema axiomático suficientemente completo é incoerente no seu interior, apresentando proposições “indecidíveis” quanto a sua verdade ou falsidade. Embora crítico em relação ao movimento modernista, o texto se coloca em uma condição de complementaridade e diálogo com os mestres.

Ainda que rejeitando o less is more – frase do poeta Robert Browning, adotada por Ludwig Mies van der Rohe – Venturi vai em busca de elementos complexos e contraditórios inclusive no interior de obras produzidas pelo movimento moderno, reconhecendo em tais contradições o veículo portador de um sentimento poético e expressivo universal. Esse sentimento se manifesta desde sempre, em todas as épocas, mesmo em arquiteturas menores ou espontâneas e é a expressão típica de todas as fases do maneirismo. Do Cinquecento italiano, com Palladio ou Borromini, até Sullivan e, mais recentemente, Alvar Aalto, Le Corbusier e Kahn, o autor procura mostrar, através de muitos exemplos, a sua ideia de complexidade e contradição em arquitetura .

Toni Venturi – 21 de novembro de 1955, é um cineasta brasileiro.

Morou no Canadá de 1976 até 1984, onde se graduou Bacharel em Artes Fotográficas – Cinema, pela University Of Ryerson, em 1984. Também formou-se em Comunicação Social – Cinema pela Universidade São Paulo, em 1987. No Brasil, fez o curso secundário no Ginásio Estadual Vocacional Oswaldo Aranha, em São Paulo, que compunha uma rede de escolas experimentais mantida pela pedagoga Maria Nilde Mascelani e extinta pela ditadura militar. Depois da passagem pelo Canadá, viveu no Rio de Janeiro até 1989 e desde 1990 reside em São Paulo. Toni Venturi é casado com a Atriz Débora Duboc com quem tem 1 filho.

Seu trabalho inclui os seguintes títulos, muitos deles premiados:

  • Diretor e Produtor do longa metragem de ficção Cabra-cega. Prêmios de produção: “Filmes de Baixo Orçamento do MINC”, “Finalização da ANCINE” e “Finalização Prefeitura de São Paulo”, lançado em 2005.
  • Diretor e Produtor do documentário para TV No Olho Do Furacão. Prêmios de produção: “Itaú Rumos” e “Documentários Inéditos do MINC”. Em 2003, recebeu o Prêmio Especial do Júri na 30ª Jornada da Bahia.
  • Diretor e Produtor do longa metragem de ficção Latitude Zero. Em 2001, o filme participou da 51ª Festival de Berlim, Seção Panorama. Ganhou 15 prêmios em festivais nacionais e internacionais nas categorias de melhor direção, ator, atriz e arte. Foi lançado comercialmente em março de 2002 e está disponível em DVD e VHS.
  • Diretor e Produtor de O Velho, A História De Luís Carlos Prestes. Documentário longa metragem e série de 04 episódios para TV. Ganhou 3 prêmios de melhor filme em festivais de cinema nacionais e foi premiado em Cuba.
  • Diretor da série “Teletubbies” da Rede Globo, em 1998.
  • Diretor do programa “Conexão Roberto D’avila”, de entrevistas, em 1996.
  • Diretor da série de documentários institucionais “Gente Que Faz”, patrocinado pelo Banco Bamerindus (1995 – 97).
  • Diretor e Produtor dos seguintes curtas metragens: Ficção futurista com Jonas Bloch passada nos últimos dias do milênio; Guerras, Documentário sobre a vida do poeta luso-brasileiro Antonio José, que morreu queimado nas fogueiras da Inquisição no século XVIII; e Under The Table sobre o drama dos imigrantes em situação ilegal latino-americanos que vivem em Toronto, Canadá.
  • Dirigiu Estamos Juntos (2011), no qual Dira Paes faz o papel de uma líder do movimento dos sem teto em São Paulo.
  • Dirigiu Dia de Festa (2005), documentário sobre os movimentos de ocupação de prédios abandonados em São Paulo.

Atualmente é dono da produtora audiovisual Olhar Imaginário.

Venturi Aerodesign – A Equipe Venturi não é apenas um curso de extensão, visa representar com excelência o CEFET/RJ na competição SAE Brasil de Aerodesign.

Venturi Automobiles –  é uma fabricante francesa de carros de corrida nascida com o nome de MVS (Manufacture de Voitures de Sport).

Lista de modelos:

Venturi 300 Atlantique em 1998

MVS Venturi

Venturi Atlantique

Venturi 400 GT

Venturi Fétish

Venturi Eclectic

Venturi Astrolab

Venturi Volage

venturiiVenturi Grand Prix – A Venturi Formula E team é uma equipe monegasca de automobilismo fundada pelo proprietário da Venturi Automobiles, Gildo Pallanca Pastor e pelo ator estadunidense Leonardo DiCaprio para competir no campeonato da FIA para carros elétricos, a Fórmula E. Acompanhe as novidades aqui.

Se quiser doar qualquer valor para este blog, aponte a câmara do seu celular para imagem acima quando estiver dentro do seu aplicativo bancário ou diretamente pelo PIX tinaventuri@gmail.com.
Muito obrigada!

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.