Tempo

praia2

Estacionei o carro à beira da praia

Olho tudo e não vejo nada…

É impossível encontrar luz

Quando o coração está na mais completa escuridão.

Como fugir de si mesmo?

Fugir para onde?

Enquanto grito em silêncio,

O tempo escorre como a areia entre os dedos

Tenho medo, medo de que a fuga aconteça

Eu perceba que não havia nada do lado de lá

E que eu não tenha mais tempo,

Ah, o meu tempo…

 

*****

Se quiser doar qualquer valor para este blog, aponte a câmara do seu celular para imagem acima quando estiver dentro do seu aplicativo bancário ou diretamente pelo PIX tinaventuri@gmail.com.
Muito obrigada!

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.