A Gratidão

Independentemente da crença, a Gratidão é essencial para quem deseja o bem estar. E não estou falando de educação, quando você agradece alguém que lhe fez algo porque quando era criança seus pais o ensinaram a agradecer em um movimento automático, sem profundidade.

Gratidão é um estado de espírito, é quando você compreende que cada segundo, exatamente como está sendo, é um presente que algo ou alguém muito superior ao nosso conhecimento concedeu neste exato instante; é quando você compreende que todos nós estamos interligados e nos ajudando mutuamente, basta abrir o seu olhar para ver.

Pense na roupa que está vestindo e quantas pessoas trabalharam, desde o campo com o plantio, cuidado e colheita do algodão, até as fábricas de tecidos, passando pelas costureiras e lojas, lembrando que desde o começo – a semente do algodão – havia pessoas no transporte e no embalamento, pessoas desenhando roupas, preparando tintas e modelos para que você esteja hoje, vestido.

Pense no seu alimento e toda a trajetória até o seu consumo, pense em cada objeto que o rodeia neste instante…

Agora pense nos seus pais, amigos, professores, colegas, patrões ou empregados, atendentes, governos, os que trabalharam nas construções das ruas e de todas as edificações que vimos e usufruímos todos os dias, quanto tempo de suas vidas, quanto conhecimento, quanto deles foi dedicado a você até este instante?

Eu demorei para entender este Poder, demorei porque me considerava grata. Só quando li o livro “A Magia – Rhonda Byrne” realmente entendi a profundidade e a transformação que a gratidão traz para a vida. Foram dias de aprendizado, minhas percepções nunca mais voltaram a ser as mesmas.

Cultivei o hábito de escrever no Caderno da Gratidão. No princípio “forcei-me” para escrever diariamente dez motivos pelos quais eu sentia gratidão e só nos primeiros dias isso não foi espontâneo. Como todo novo hábito, algumas vezes é difícil inseri-lo no cotidiano. Hoje não escrever faz falta, por vezes não estou com o caderno e escrevo em uma folha solta. Algumas pessoas guardam os cadernos para reler no final do ano, outras fazem um “pote” e colocam as folhas todas lá dentro para também reler um dia. Eu faço algo talvez inédito: eu planto as folhas em um vaso de plantas. No mesmo dia que escrevo ou alguns dias depois dobro o papel e planto como uma semente. Na minha percepção é isso mesmo: plantando minha gratidão para gerar mais e mais motivos de gratidão. Imagino árvores imensas e floridas trazendo alegria, amor e harmonia em tudo e para todos.

Se você quiser ler sobre a Gratidão, deixo aqui vários livros para downloads, lembrando que há um pequeno tutorial aqui caso encontre alguma dificuldade para baixar. Nos links abaixo você vai encontrar cadernos que podem lhe ajudar também.

7 Dias De Gratidão Para Uma Vida Mais Equilibrada
A Magia – Rhonda Byrne
Desafio 28 Dias De Gratidão
Diário Da Gratidão
Gratidão, 101 Motivos Para Agradecer – Marcia Luz
Jornada Da Gratidão – Bossani Júnior
O Milagre Da Gratidão – Marcia Luz
Vinte e Oito Dias De Gratidão

Boa leitura! Boa Vida Nova! Muita gratidão por você visitar o Jardim Valentina!

*****

Se quiser doar qualquer valor para este blog, aponte a câmara do seu celular para imagem acima quando estiver dentro do seu aplicativo bancário ou diretamente pelo PIX tinaventuri@gmail.com.
Muito obrigada!

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.